Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ser mamã ♡

Ser mamã ♡

26
Jan15

Senti o meu bebé 1.

catii

O cansaço tomou conta de mim, estava exausta no meu trabalho, já não podia ver nada nem ninguém, olhava para as horas de dois em dois minutos, dominada pela fome, pelo sono, pelo cansaço, até que veio o momento mais inexplicável de sempre, o momento mais marcante para o resto da minha vida, posso dizer que temos momentos maravilhosos ao longo da existência mas como este não existe algum, é um momento só nosso só quem sente um filho dentro do seu ventre pode explicar. A minha reacção foi deixar tudo o que estava a fazer e colocar a mão na barriga, olhei (como se visse alguma coisa , afinal estava coberta de camisolas de lã, e ainda com a farda)mas fiquei tentando que o meu bebé mexesse novamente, chamei rapidamente a minha colega de trabalho, super aflita queria contar a todo o mundo, mandei logo uma mensagem ao meu marido, ao homem da minha vida, para lhe dizer que tinha sentido o nosso filho... ele imaginava dizia ele,mas nem de perto ele tinha a noção do que a gente mães sente, quando sabemos que temos uma vida sangue do nosso sangue dentro de nós. ..Foi uma sensação breve, ao início confesso que é estranho, sentires que está ali algo parece o estômago, mas na verdade não é uma vida! A vida que já faz parte da minha. " Ser mamã ♡ "

25
Jan15

Estou grávida?

catii

Acordei estranha, sentia-me triste e em baixo, não percebia o que se passava comigo, apetecia me chorar, ouvir músicas tristes, eu senti- me mesmo em baixo . Confesso que também aquela não era de todas a melhor semana. Resolvi levantar-me , tomar um duche de água quente e ir a rua apanhar ar queria que aquela neura fosse embora! A minha irmã me acompanhava lado a lado até que resolvi com ela desabafar, e dizer o que sentia cá dentro, paramos no café habitual, pedi um café e uma napolitana de chocolate aquele bolo estava a olhar para mim desde que entrei :) Assim foi dei o primeiro golo, e recuei para trás, ficando a ver tudo a volta inundado, estava tão mal disposta , então pensando para mim o que é que se passa? Será nervos? E peguei no meu cigarro matinal, acendi -o e foi aí que confirmei que algo de estranho se estava a passar, quando assim que dei a primeira passa o mandei fora porque me senti super tonta, e enjoada. Olhando para a minha irmã e a pensar talvez o mesmo que ela naquele momento, vamos já fazer um teste de gravidez. Eram quase horas de almoço, e resolvi passar numa farmácia de serviço, tremia de medo do resultado, então aí pedi ao farmacêutico, que me desse um que dissesse grávida ou não grávida e a contagem de perto das semanas. Já estava, primeira parte feita, quando ele me diz são 17 euros, eu disse o quê? Meu deus já no se pode fazer filhos...! Então viemos para casa, enquanto a minha irmã preparava o almoço eu andava feita tonta para trás e para a frente em casa dela.... sentia um formigueiro na barriga, uma ansiedade, mas ao mesmo tempo estava tão enjoada, que nem, conseguia acertar direito em nada. .. Foi aí que eu e ela olhamos uma para a outra é dissemos que se lixe, vou fazer já o teste, cheia de medo abri a caixa, e fiquei a toa, mas como utilizo isto? Como é que isto se faz? A minha irmã mais nervosa que eu, abriu as instruções, e lá me ajudou, fui para a casa de banho e o meu sobrinho Martim pequenito dizia "eu que o ver tia, ?" E eu percebendo a sua linguagem e ao mesmo tempo só queria que ele saísse dali e me deixasse fazer o que tinha de ser feito... mas cuitado ele não percebia ao certo nada do que estava a acontecer, até que pousei o teste e agardei 3 segundos como as indicações. ...meuuuuúu deuuuuuuus! !!!!!! Deu grávida? ?? Comecei a chorar tanto que a minha irmã se assustou, e disse que se passa ? Então? - eu soluçava e queria lhe contar mas apontei pó local onde coloquei o teste.... já nem conseguia falar, as palavras ficaram presas,o sorriso congelou, e acho que não estava ali, que nem acreditei , tipo" Dame uma chapada vanessa"( minha irmã ).... ela sorria mas ao mesmo tempo dizia.... Bem... vou ser tiaaaa , que pensas fazer agora? ? Aí parei.. ! Ligeiramente quis logo ligar a minha mãe, mas não consegui falar porque os meus olhos se cobriram de lágrimas, tinha o coração a 1000 a hora, e agora vinha a parte de contar ao pai, ao marido....Não consegui me expressar, passava os minutos bebendo água, e limpando o rosto porque as lágrimas caiam de quatro em quatro sim, a esta hora estão a pensar mas ela vai ser mãe é esta a chorar? ?? Sim, não sabia o que fazer... não sabia sequer se iria dar uma boa mãe, não sabia nada, mas o choro depressa se tornou de felicidade, quando a pessoa que eu mais amo me abraçou. ..A tempestade daquele momento... virou um sonho realizado.... " Ser mamã ♡ "/p>

25
Jan15

Bater do coração

catii

Eram duas horas da tarde, estava um dia calmo, menos o meu coração estava a bater quase que saltava pela boca, estava nervosa mas ao mesmo tempo entusiasmada. Então entrei sentei-me naquelas cadeiras de plástico que de esperar até as costas faziam doer, pessoas passavam em frente, aceleradas, e a minha volta eram só barrigas, umas grandes outras pequenas, todas com seu lindo formato. Mas aquele cheiro de hospital que permanecera sobre o meu nariz, o coração acelerava cada vez mais, as costas de estar naquela posição sentada sobre aquela cadeira, as pernas estremeciam parecia não conseguir estar quieta, confesso que tudo me vinha a cabeça, imaginava a médica e as suas palavras, que cansaço. Foi então que ao fim de uma hora de espera ouvi o meu nome vindo parecia de um megafone enorme, e a minha cabeça aí bloqueou, não me conseguia concentrar, estava ainda mais nervosa, não sabia em que posição ficar, o que ia ouvir, a minha cabeça estava gelada, confesso que pensei sempre o pior até aos últimos minutos, mas lá entrei com um sorriso no rosto, e com o meu marido ao meu lado,fez-me sentir mais calma, mais tranquila tinha o apoio dele perto de mim,tinha os nervos dele tão pertinho dos meus, mas a mão dele sobre a minha acalmou qualquer dúvida, qualquer medo ou insegurança. Assim a médica ligou o televisor e ali estava o nosso bebé , com 13 semanas, ouvi a médica dizendo tem 5 dedos das mãos, dos pés, tudo perfeitinho, está a formar se muito bem, confesso que aí me emocionei, queria chorar de alegria, mas ao mesmo tempo as lágrimas pareciam ter secado, o coração estava agora adormecido,mas logo de seguida ouvi um som forte, fazendo o pum, pum, um batuque inexplicável, e de repente parecia existir uma tempestade lá dentro,assustei me Confesso disse em tom alto" Possa que som este?"ah trevoada lá dentro ou quê? ". Num ar irónico mas feliz. Aquela sensação única de sentires que aquela imagem meio inundada que aparecera na TV, é o teu bebé, é sangue do teu sangue, é uma vida dentro de outra vida que se está a formar, que de dia para dia vai crescendo, evoluindo, que sensação maravilhosa. Então ao sair da maternidade Alfredo da Costa em Lisboa, sai sorrindo, com um orgulho imenso, já tinham saído as inquietações, as dúvidas, o pânico de ser mãe pela primeira vez, e o descanso que eu senti, o alívio que naquele momento percorreu a minha cabeça o meu coração estava agora completamente noutro mundo, só esperando ver o nosso bebé da próxima vez ainda maior. " Ser mamã ♡ "

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D